Em Defesa do Design Inteligente

Início » 171 Epistêmico » Um Ponto Frio No Espaço – “Evidência” De Um Multiverso?

Um Ponto Frio No Espaço – “Evidência” De Um Multiverso?


By Evolution News – David Klinghoffer | @d_klinghoffer

[Texto adaptado – Contem links em inglês – Imagem do EnV com os devidos créditos]

potw1709a.jpg

O ajuste fino cósmico, juntamente com a física e química que conspiram para permitir a existência de criaturas como nós mesmos, é uma das peças de evidência mais reconhecidas para o design inteligente. Para isso, a hipótese de um multiverso é a única resposta do materialismo.

De acordo com essa linha de raciocínio, ou imaginação, nosso universo reflete apenas um cilindro [lançador] de dados da sorte. Um cilindro muito, muito, muito afortunado, que, entretanto, é justo assim ser esperado, se a realidade ostenta não um mas um número possivelmente infinito de universos. Algum universo foi obrigado a ter sorte, e foi nosso.

É a única ideia mais sonhadora e não suportada em toda a ciência, fazendo com que a evolução darwiniana pareça uma aposta realmente sólida por comparação. O que se deseja é evidência real para o multiverso, qualquer uma; algo que parece condenado a continuar faltando ad infinitum.

Evidência fabricada é, no entanto, uma característica regular do jornalismo científico popular. A mais recente: uma manchete no The Guardian, “Multiverso: os astrônomos encontraram evidências de universos paralelos?” Acrescentar o ponto de interrogação é prudente, já que a resposta, pra falar a verdade, é Não.

O autor Stuart Clark conseguiu um comunicado de imprensa da Royal Astronomical Society, que ele lança fora após uma introdução pesada com piadas referentes a Brexit, Trump, a alt-right , e vídeos de gatos.

Soa como loucura mas, a última peça de evidência que poderia favorecer um multiverso, vem da Royal Astronomical Societys do Reino Unido. Eles publicaram recentemente um estudo sobre o chamado “ponto frio”. Este é um fragmento do espaço particularmente frio, visto na radiação produzida pela formação do Universo há mais de 13 bilhões de anos.

O ponto frio foi vislumbrado pelo satélite WMAP da NASA em 2004 e confirmado pela missão Planck da ESA em 2013. É extremamente intrigante. A maioria dos astrônomos e Cosmólogos acreditam que é altamente improvável que tenha sido produzido pelo nascimento do universo, uma vez que é matematicamente difícil para a teoria principal – que é chamada de inflação – explicar.

Este último estudo alega excluir uma última explicação prosaica: que o ponto frio é uma ilusão de ótica produzida pela falta de galáxias intervenientes.

Um dos autores do estudo, o professor Tom Shanks da Universidade de Durham, disse ao RAS: “Não podemos excluir totalmente que o Spot é causado por uma flutuação improvável explicada pela padrão [teoria do Big Bang]. Mas se essa não é a resposta, então há explicações mais exóticas. Talvez a mais emocionante destas é que o Cold Spot foi causado por uma colisão entre nosso universo e outro universo [bolha]. Se uma análise mais detalhadaprova que este é o caso, então o ponto frio pode ser tomado como a primeira evidência para o multiverso. “[Enfase adicionada.]

Conte as instâncias de linguagem especulativa nessas quatro últimas frases. “Não pode excluir completamente… Se essas não forem as respostas… Possivelmente… Se uma análise mais detalhada… prova… [Pode]ria ser tomado como a primeira evidência …”

É “algo excitante”, Clark exclama. Essa é uma maneira de avalia-lo. O artigo em questão, no entanto, diz apenas isso (“Evidências contra um supervoid causando o CMB Cold Spot“):

Se não for explicado por um efeito ΛCDM ISW, o Cold Spot poderia ter origens primordiais mais exóticas. Se for uma característica não gaussiana, então as explicações incluirão a presença no universo primitivo de defeitos topológicos como texturas (Cruz et al., 2007) ou reaquecimento não-homogêneo associado à inflação não-padrão (Bueno Sa nchez 2014 ). Outra explicação poderia ser que o Ponto Frio é o remanescente de uma colisão entre nosso Universo e outro universo “bolha” durante uma fase inflacionária precoce (Chang et al., 2009, Larjo & Levi, 2010). Deve-se ter em mente que, mesmo sem um supervoid, o Cold Spot pode ainda ser causado por uma flutuação estatística improvável na cosmologia padrão (Gaussiana) ΛCDM.

Desta forma, com base em dois papéis referenciados entre parênteses de 2009 e 2010, um “ponto frio” no espaço responde a uma das perguntas mais importantes que sempre intrigaram os seres humanos, derrubando as escalas em direção a um universo, ou multiverso, sem design ou finalidade. A partir do momento presente, na tentativa de explicar o ajuste ultra-fino, este é o melhor tipo de material que o materialismo tem para oferecer.

Isso tudo não passa de “*machado de moagem” absurdo [axe-grinding (expressão em inglês)]: Construa seu caso contra uma pessoa ou ideia que você não gosta (design inteligente, neste caso), reunindo rumores, sonhos e suposições, desconsiderando o senso comum e evidência objetiva, já que a conclusão que você deseja alcançar, que você está obrigado a alcançar, já está pré-definida.

Assim, o materialismo segue seu caminho alegre, em grande parte sem questionamentos, com a mídia como seu megafone. Se os cientistas que defendem a teoria do design inteligente, alguma vez, fossem perante o público com conjecturas tão fracas como estas, eles seriam esfolados vivo.

*Trabalhando para um propósito oculto ou para um fim egoísta[…]

Anúncios

Não será permitido neste blog, insultos, palavrões, ataques pessoais, caso essas regras não sejam seguidas não perca seu precioso tempo postando comentário. Qualquer comentário que violar a política do blog será apagado sem aviso prévio. Na persistência da violação o comentador será banido.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: