Em Defesa do Design Inteligente

Início » Biologia » Testes sorológicos revelam relações evolutivas – As primeiras previsões da evolução.

Testes sorológicos revelam relações evolutivas – As primeiras previsões da evolução.


Por Darwins Predictions – Cornelius Hunter

thumbs.web.sapo.jpg

No início do século XX cientistas estudaram a imunidade do sangue e como a reação imune poderia ser usada para comparar as espécies. Os estudos sobre o sangue tendem a produzir resultados que são paralelos aos indicadores mais óbvios, como os planos corporais. Por exemplo, os seres humanos foram estabelecidos mais estreitamente relacionados com macacos do que com peixes ou coelhos. Estes achados foram considerados fortes confirmações da evolução. Em 1923 H. Lane citou esta evidência como apoio ao “ fato da evolução“. (Lane, 47) No mesmo século mais tarde, essas descobertas continuaram a ser citadas em apoio da evolução. (Berra, 19; Dodson and Dodson, 65)

Mas, mesmo em meados do século XX, as contradições às expectativas evolucionistas estavam se tornando evidentes em testes sorológicos. Como explicou J.B.S.Haldane em 1949:”Agora cada espécie de mamífero e pássaro até então investigada mostrou consideravelmente, uma diversidade bioquímica surpreendente, através de testes sorológicos. Os antígenos em causa parecem ser proteínas às quais estão ligados os polissacarídios.(Citado em Gagneux e Varki)

Na verdade, esses polissacarídeos, ou glicanos, não preenchiam as expectativas evolucionistas. Como explicou um paper, os glicanos mostram “Distribuição notavelmente descontínua através das linhagens evolutivas,” porque ocorre “em uma distribuição descontínua e intrigante através das linhagens evolutivas.(Bishop and Gagneux) Estes glicanos podem ser (i) específicos de uma linhagem particular, (i) semelhantes em linhagens muito distantes, (iii) e visivelmente ausentes apenas numa taxa muito restrita.

Aqui está como outro paper descreveu descobertas sobre o glicano: “Também não existe uma explicação clara para a extrema complexidade e diversidade de glicanos que podem ser encontrados num determinado tipo de glicoconjugado ou célula. Com base nas informações limitadas disponíveis sobre o escopo e a distribuição dessa diversidade entre os grupos taxonômicos, é difícil ver tendências ou padrões claros compatíveis com diferentes linhagens evolutivas.(Gagneux and Varki)


Referências

Berra, Tim. 1990. Evolution and the Myth of Creationism. Stanford: Stanford University Press.

Bishop J., P. Gagneux. 2007. “Evolution of carbohydrate antigens–microbial forces shaping host glycomes?.” Glycobiology 17:23R-34R.

Dodson, Edward, Peter Dodson. 1976. Evolution: Process and Product. New York: D. Van Nostrand Company.

Gagneux, P., A. Varki. 1999. “Evolutionary considerations in relating oligosaccharide diversity to biological function.” Glycobiology 9:747-755.

Lane, H. 1923. Evolution and Christian Faith. Princeton: Princeton University Press.

Anúncios

Não será permitido neste blog, insultos, palavrões, ataques pessoais, caso essas regras não sejam seguidas não perca seu precioso tempo postando comentário. Qualquer comentário que violar a política do blog será apagado sem aviso prévio. Na persistência da violação o comentador será banido.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: