DA RUÍNA DOS ALICERCES DA SÍNTESE MODERNA A UMA NOVA TENTATIVA: a “síntese integrativa” dos neo-neo-evolucionistas.


By Everton F. Alves

NOBLE (2013), um biólogo de sistemas, alega que a fisiologia está balançando a fundação da biologia evolutiva.

Ele argumenta que “A ‘Síntese Moderna’ (Neodarwinismo) é uma visão genocêntrica da evolução de meados do século 20, com base em mutações aleatórias que se acumulam para produzir uma mudança gradual através da seleção natural“. Em seguida, ele afirma que os cientistas agora sabem que esta visão está errada, porque “mudança genética está longe de ser aleatória, e muitas vezes não gradual.” Noble comenta que, em relação ao ponto de vista neodarwinista, “não é só a visão padrão do século 20 da genética molecular que está em causa. A teoria da evolução em si já está em um estado de fluxo”.

Noble, em seguida, narra que os seguintes pressupostos do neodarwinismo estão errados, tais como:

(1) “mudança genética é aleatória”,

(2) “mudança genética é gradual”,

(3) “na sequência de alteração genética, seleção natural leva a variações de genes específicos (alelos) aumentando em frequência dentro da população”, e

(4) “herança de características adquiridas é impossível”.

 Para refutar cada um desses pressupostos, ele cita alguns exemplos (artigos) de recém-descobertas de herança de características adquiridas (aliás, estudos que a TDI também apresenta como evidências de uma mente inteligente). Noble conclui que o fluxo de estudos durante os últimos 5 anos mostraram que a herança não-mendeliana está cada vez mais acumulando evidências. Ele acrescenta que os exemplos citados por ele sobre a herança de características adquiridas revelam uma grande variedade de mecanismos pelo qual tal herança pode ser alcançada.

Ele, então, propõe um modelo novo e radical da biologia chamado de “Síntese integrativa”, onde os genes não executam o programa, e todas as partes de um organismo – o genoma, a célula, o plano corpóreo, tudo – está integrado. Segundo o autor, “a característica central da síntese integrativa é uma revisão radical do conceito de causalidade em biologia. A priori não existe um nível privilegiado de causalidade. Este é o princípio que eu tenho chamado a ‘teoria da relatividade biológica’. […] Controle é então distribuído, alguns dos quais é herdado, independentemente de sequências de DNA. A revisão do conceito também irá reconhecer as diferentes formas de causalidade. Sequências de DNA são mais bem vistas como causas passivas, porque elas são usadas apenas quando as sequências relevantes são ativadas. DNA por conta própria não faz nada. As causas ativas encontram-se dentro das redes das células, tecidos e órgãos do corpo”.
Esta é uma nítida abordagem da Biologia de sistemas. No entanto, embora Noble não endosse essa conclusão, essa abordagem é muito mais consistente com o design inteligente do que com um modelo baseado em mecanismos evolutivos estritamente desgovernados. Aliás, nos surge a seguinte dúvida: “Esta é uma tentativa de um neo-neo-evolucionista em tomar para si as evidências defendidas pelos inteligentistas? Ou um recém-ex-evolucionista se desprendendo das amarras da ignorância do acaso cego?” Aguardamos os próximos capítulos…

 Referência:

Noble D. Physiology is rocking the foundations of evolutionary biology. Exp Physiol 2013; 98(8): 1235–43.

Link do artigo(PDF)

Não será permitido neste blog, insultos, palavras frívolas, palavrões, ataques pessoais, caso essas regras não sejam seguidas não perca seu precioso tempo postando comentário. Qualquer comentário que violar a política do blog será apagado sem aviso prévio. Na persistência da violação o comentador será banido.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s