Um dos segredos da evolução é a sua pré-filtragem de dados, para torná-la de boa aparência.


Mas agora os evolucionistas estão recorrendo a pósfiltragem dos dados também. Os evolucionistas sempre afirmaram que as diferentes espécies caem em um padrão de descendência comum,a saber a formação de uma árvore evolutiva. Isto é, as várias características, a partir do plano geral do corpo, para baixo, nas sequências de ADN de várias espécies moleculares, consistentemente revelam o mesmo padrão de evolução. Se um gene mostra que as espécies A e B estão intimamente relacionadas e espécies C mais distantemente relacionadas;então em seguida, os outros genes irão revelar o mesmo padrão. Os evolucionistas chamam isso de consiliência. Na prática, contudo, isto é consiliência superficial. Há profundas contradições entre as diferentes características, e em uma nova tentativa, evolucionistas apenas estabeleceram um novo recorde para o fracasso: de 1.070 genes, cada um contradiz a esperada árvore evolutiva. 1.070 genes diferentes e 1.070 diferentes árvores evolutivas. Consequentemente os evolucionistas estão agora manipulando os dados, mesmo, muito mais antes, de obter os resultados desejados.

Atualmente, os evolucionistas comparam espécies, usando normalmente dados de sequências moleculares, tais como genes. Mas e se um determinado tipo de gene encontra-se em espécies A mas não nas espécies B? Obviamente, isso constitui uma grande diferença entre estas duas espécies. Não é simplesmente o gene ser diferente em alguma extensão. E sim completamente ausente em uma das espécies. No entanto, a estratégia típica em tais casos é simplesmente ignorar esse gene em particular a partir do conjunto de dados. Essas grandes diferença são, no percurso, eliminadas da análise. Este é um tipo de pré-filtragem usada pelos evolucionistas.

Pré-filtragem é muitas vezes vista apenas como limpar os dados. Mas a pré-filtragem é mais do que isso, para construir as etapas, pré-filtragem é própria teoria da evolução. Pré-filtragem “massageia” os dados para favorecer a teoria. Os dados são, como os filósofos explicam, a “teoria-laden”.manipulação

Mas, mesmo a pré-filtragem nem sempre pode ajudar a teoria. Pois até os dados limpos regularmente levam as árvores evolutivas a serem incongruentes (o oposto de consiliência). Como um estudo explicou, o problema é tão confuso que os resultados “podem ​​levar a uma alta confiança em hipóteses incorretas.” E embora os evolucionistas pensavam que mais dados resolveria seus problemas, ocorreu o oposto. Com os crescentes volumes de dados (dados particularmente moleculares), incongruências entre as árvores “se tornaram generalizada.”

Este problema tornou-se ainda mais evidente em um novo estudo que analisou 1.070 genes diferentes encontrados em uma dúzia de espécies de leveduras (sim, os dados foram pré-filtrado). Todos esses genes tomados juntos produziram uma árvore evolutiva, mas cada um dos 1.070 genes diferentes produziram uma árvore diferente -1.070 árvores diferentes. Foi como um evolucionista admitiu : é “um pouco chocante.”

Ou como outro evolucionista diz:: “Estamos tentando descobrir as relações filogenéticas de 1,8 milhões de espécies e nem sequer se pode resolver 20 [tipos de] fermento.”

É evidente que algo está errado e para os evolucionistas, não pode ser a teoria. Isso significa que deve ser os dados. A solução é pós-filtragem, para ir junto com a pré-filtragem. Considerando que os evolucionistas asseguram-se que os seus problemas vão embora quando mais dados se tornaram disponíveis, eles agora estão indo exatamente na direção oposta.

O necessário agora é menos dados. Especificamente, os dados menos contraditórios. Como um evolucionista explicou, “se você tomar apenas os genes fortemente suportados, então você recupera a árvore correta.” E o que são genes “fortemente apoiados”? Esses seriam os genes que cooperam com a teoria. Então, agora, além de pré-filtragem temos pós-filtragem. Podemos dizer que os dados agora são carregados de “teoria-laden”. Os evolucionistas eliminam os genes não cooperativos e retem os genes que eles [evolucionistas] eufemisticamente chamam de “sinais filogenéticos fortes.”

Então, eles podem nos dizer mais uma vez que a evolução é um fato, pois a evidência diz isso. Isso é apenas o material de boa e sólida investigação científica .

Texto com adaptações : http://darwins-god.blogspot.com.br/2013/06/contradictory-trees-evolution-goes-0.html

Um comentário sobre “Um dos segredos da evolução é a sua pré-filtragem de dados, para torná-la de boa aparência.

  1. b) ma maior ou menor diferença entre as estruturas primárias de um tipo de proteína encontrada em várias espécies indicam um maior ou menor número de mutações ocorridas. A quantidade de mutações, por sua vez, é proporcional ao tempo decorrido desde que tais espécies se originaram de um ancestral comum.

    Curtir

Não será permitido neste blog, insultos, palavras frívolas, palavrões, ataques pessoais, caso essas regras não sejam seguidas não perca seu precioso tempo postando comentário. Qualquer comentário que violar a política do blog será apagado sem aviso prévio. Na persistência da violação o comentador será banido.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s