CIÊNCIA NO LIVRO DE JÓ Laurence A. Justice Jó 26:7


CAP 6 – CIÊNCIA NO LIVRO DE JÓ

A Palavra de Deus não é principalmente um livro de ciência. As Escrituras não foram planejadas para nos ensinar ciência física.

Não encontramos nenhum estudo formal sobre ciência na Bíblia e não devemos procurar tais estudos na Bíblia. No entanto, a Bíblia faz algumas declarações realmente científicas.

Nós realmente encontramos declarações e dicas sobre verdades científicas na Palavra de Deus.

Um astrônomo chamado Dr. Maurice Brackbill declarou, como resultado de seu estudo das Escrituras, que há 325 referências à ciência física nas Escrituras.

Os que promovem a teoria da evolução hoje muitas vezes afirmam que há muitos conflitos entre a Bíblia e os fatos científicos.

Isso simplesmente não é verdade. Não há nenhum conflito entre a ciência verdadeira e a Palavra de Deus! Nenhum fato comprovado da ciência entra em conflito com a Palavra de Deus.

Um dos problemas aqui é que alguns fatos científicos “tão chamados” não são de modo algum fatos, mas só teorias e hipóteses de homens.

Se o Deus que adoramos criou este universo e também inspirou as Escrituras, então temos de esperar que Ele seja correto em todas as declarações que Seu livro poderia fazer acerca da ciência física! E é exatamente isso o que encontramos nas páginas da Palavra de Deus!

Nesta mensagem, vamos examinar vários exemplos de declarações verdadeiramente científicas no livro de Jó e então examinar algumas em outras partes da Palavra de Deus.

Precisamos ter em mente aqui que os eventos registrados no livro de Jó ocorreram há cerca de 4.000 anos. Nesta mensagem, vamos examinar primeiro

A DECLARAÇÃO CIENTÍFICA NO TEXTO QUE ESTAMOS ESTUDANDO

O norte estende sobre o vazio; e suspende a terra sobre o nada.”

O que mantém a terra suspensa? O que a mantém em seu lugar no espaço?

Os antigos gregos criam que a terra era mantida suspensa nas costas e ombros de um homem bem forte chamado Atlas.

Atlas, assim pensava-se, ficava em pé na água, mas ninguém jamais disse o que é que havia debaixo da água o sustentando.

A mitologia hindu diz que a terra apóia-se nas costas de um elefante de pé em cima de uma tartaruga!

A ciência moderna descobriu que nenhum homem ou animal está segurando a terra, mas que é realmente a terra que está suspensa no espaço.

Jó 26:7 disse isso 4.000 anos atrás quando ele disse que Deus suspende a terra em cima do nada!

O norte estende sobre o vazio; e [Deus] suspende a terra sobre o nada.”

Essa declaração soa espantosamente como ciência no século 21 d.C, não é?

Jó diz que Deus suspende a terra em cima do nada — como uma bola de basquetebol no ar.

Ele a suspende em cima do nada ou literalmente em cima do vazio, sem nada visível apoiando-a.

Pelo poder do Deus onipotente a terra está firmemente fixa no lugar.

Podemos firmar os pés em cima da terra e confiar o peso de nossos corpos a algo que está suspenso em cima do nada!

Vê-se a onipotência de Deus no fato científico declarado neste texto hoje!

homem por sua própria capacidade não consegue manter suspensauma pena em cima de nada, mas Deus mantém suspenso o mundo inteiro em cima do nada!

Deus suspendeu não só a terra, mas também os outros planetas, o sol e a lua em cima do nada!

Deus suspendeu a terra no espaço e a preserva em sua órbita. A terra está suspensa pelo grande poder e providência de Deus.

O apóstolo Paulo diz em Hebreus 1:3 que a terra e todas as coisas são sustentadas pela Palavra do poder de Deus. Ele está falando de Cristo, Deus o Filho, aqui quando diz:

O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da Majestade, nas alturas”.

Paulo diz praticamente a mesma coisa em Colossenses 1:17 quando fala de Cristo e diz que “…todas as coisas subsistem por Ele” ou são mantidas juntas por Ele.

O texto que estamos examinando diz literalmente: “O norte estende sobre o vazio; e suspende a terra sobre o nada.”

Quanto Jó entendia disso? Será que essa declaração é exclusivamente inspiração de Deus? Vamos examinar nosso seguinte estudo:

ALGUNS OUTROS EXEMPLOS DE DECLARAÇÕES CIENTÍFICAS NO LIVRO DE JÓ

  1. As fontes no mar. Só durante minha vida a ciência descobriu que bem no fundo do oceano grandes fontes de água se esvaziam no mar.

Muitas delas contêm água quente e têm grande variedade de vida animal e vegetal vivendo perto de onde as fontes se esvaziam no mar.

Jó 38:16 falou dessas fontes no mar há quatro mil anos quando disse:

Ou entraste tu até às origens do mar, ou passeaste no mais profundo do abismo?”

Em Gênesis 7:11 Moisés mencionou essas fontes no mar em conexão com o dilúvio da época de Noé quando ele disse que as fontes do grande abismo se romperam.

No ano seiscentos da vida de Noé, no mês segundo, aos dezessete dias do mês, naquele mesmo dia, se romperam todas as fontes do grande abismo, e as janelas dos céus se abriram”.

  1. O peso do ar e das águas. A ciência moderna aprendeu que o ar tem peso e que a água tem peso.

A ciência aprendeu que a atmosfera pesa 6.35k por polegada cúbica no nível do mar e que um galão de água pesa 3.778k.

Jó 28:25 diz que Deus fez o vento e a água para terem peso.

Quando deu peso ao vento e tomou a medida das águas”.

Em seguida vamos considerar

ALGUNS EXEMPLOS DE DECLARAÇÕES CIENTÍFICAS EM OUTRAS PARTES DA PALAVRA DE DEUS

Por toda a palavra escrita de Deus encontramos declarações que estão em pleno acordo com os fatos da ciência moderna. Quero que examinemos aqui seis dessas declarações. A primeira é:

  1. O ciclo da água ou o que os cientistas chamam de ciclo hidrológico.

Esse ciclo tem relação com o modo como a água se precipita como chuva ou neve e então é drenada da terra pelo sistema fluvial e levada para o oceano.

Do oceano a água é elevada, pela evaporação, de volta ao céu e levada nas nuvens pelo vento de volta sobre a terra onde de novo se precipita e o ciclo começa tudo de novo.

Três termos científicos resumem esse ciclo da água: evaporação, condensação e precipitação.

Esse ciclo da água é um fato fundamental de um campo relativamente novo da ciência chamada meteorologia.

O ciclo da água é um fato aceito da ciência moderna, mas foi descrito de modo impressionante na Palavra de Deus por Salomão há 3.000 anos.

Eclesiastes 1:7 menciona o ciclo da água. Vamos até essa passagem:

Todos os ribeiros vão para o mar, e, contudo, o mar não se enche; para o lugar para onde os ribeiros vão, para aí tornam eles a ir”.

O livro de Jó acrescenta mais detalhes ao que Salomão diz acerca do ciclo da água em Eclesiastes 1:7. Leia agora Jó 26:8:

Prende as águas em densas nuvens, e a nuvem não se rasga debaixo delas”.

Deus prende as águas nas nuvens como se elas fossem coletadas num odre de couro até que Ele tenha ocasião de usá-las.

Como a água vai dos oceanos até o céu? Vai dali mediante o processo que a ciência chama de evaporação.

A água em seu estado natural é 773 vezes mais pesada do que o ar. O vapor da água é mais leve do que o ar e naturalmente se eleva ou sobe. Deus forma os vapores da água da evaporação e os transforma em nuvens.

Do oceano, os vapores sobem, mas em grande parte não caem de novo no oceano, pois são levados em vez disso sobre a terra.

As nuvens de vapor de água são os meios pelos quais vastas quantidades de água podem ser carregadas de um lugar para outro no ar e provocadas a cair quando é necessário.

O maravilhoso método de Deus de transportar água é por meio das nuvens.

Os cientistas hoje calcularam que a quantidade média de vapor de água mantida no ar em qualquer tempo determinado é 54.460.000.000.000 toneladas.

É espantoso como uma substância tão leve como o vapor da água contenha tão vasta quantidade de água!

Já fiz viagens de avião através das nuvens quando estava chovendo embaixo, mas havia pouca evidência visível de que a água estava presente naquelas nuvens.

Se você nunca tivesse ouvido falar de evaporação, como você suspenderia 54.460.000.000.000 toneladas de água a 5 a 50.000m no ar e mantê-la ali suspensa?

Mas o que o homem nunca pode fazer, Deus faz todos os dias! Veja Jó 26:8 de novo:

Prende as águas em densas nuvens, e a nuvem não se rasga debaixo delas”.

Deus forma as nuvens e preserva as águas coletadas nelas.

A nuvem não se rasga (ou se rompe) debaixo delas”, por causa do peso das águas.

A grande maravilha é que toda essa água possa, pesada como é, ser mantida ali suspensa sem explodir sobre a terra em grande destruição.

Apesar do vasto peso da água assim coletada nas nuvens pela evaporação, as nuvens porém não se rasgam nem se rompem por motivo desse peso.

Se Deus não prendesse as águas nas nuvens, elas irromperiam sobre a terra e provocariam devastação na terra.

As nuvens são constituídas de tal forma que apesar da quantidade de água contida nelas elas não irrompem e não despejam seu conteúdo num dilúvio vasto e destrutivo.

Que maravilha que tal quantidade de água seja suspensa no ar sem rasgar as nuvens e cair de uma vez só!

Em vez disso, Deus libera as águas gota por gota na chuva. Essa é sua misericórdia. Veja Jó 36:27-28.

Aqui Eliú também falou do ciclo da água e principalmente de Deus fazendo a água cair em gotas a partir do vapor nas nuvens.

Porque reúne as gotas das águas que derrama em chuva do seu vapor, a qual as nuvens destilam e gotejam sobre o homem abundantemente”.

As nuvens são acúmulos de vapor da água que se levanta da terra e é mantido em suspensão nas nuvens até que seja liberado gota a gota para regar a terra.

Que maravilha o fato de que essa água caia gota por gota em vez de cair como um dilúvio!

A existência desse ciclo da água é uma manifestação óbvia da sabedoria, poder e bondade de Deus!

Como Jó e Salomão conheciam essas coisas quando ninguém mais as sabia até mil anos mais tarde?

Um segundo exemplo de declarações científicas achadas em outro lugar na Palavra de Deus é a declaração que

  1. A terra é redonda em Isaías 40:22 que fala sobre “o círculo da terra”.

Isaías está falando sobre Deus quando diz neste versículo: “Ele é o que está assentado sobre o círculo da terra, cujos moradores são para Ele como gafanhotos; é Ele o que estende os céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar;

A palavra hebraica que se traduz círculo aqui é a palavra khug e significa literalmente de forma esférica ou redonda.

Setecentos e cinqüenta anos antes do nascimento de Cristo Isaías havia dito que a terra é redonda!

Quando Isaías escreveu isso não havia um homem no mundo que cria que a terra era redonda.

Colombo cria que a terra era redonda e baseado nessa opinião ele navegou para o Ocidente em 1492 d.C. e descobriu o continente americano.

Levou 2.250 anos depois de Isaías para Colombo descobrir que a terra é redonda.

Um terceiro fato científico revelado na Palavra de Deus fora do livro de Jó é

3. A circuncisão deve ser realizada no oitavo dia de vida.

Deus ordenou, no ano 1.950 a.C., que Abraão circuncidasse seus filhos no oitavo dia de vida deles. Veja Gênesis 17:12:

O filho de oito dias, pois, será circuncidado, todo o homem nas vossas gerações; o nascido na casa, e o comprado por dinheiro a qualquer estrangeiro, que não for da tua descendência.”.

Os recém-nascidos são de modo peculiar suscetíveis à hemorragia entre o segundo e quinto dia de vida.

A ciência médica aprendeu nos últimos cinqüenta anos que dois elementos de coagulação sangüínea, a vitamina K e a protrombina, não estão presentes em quantidades normais até o quinto ou sétimo dia de vida.

Portanto, o primeiro dia seguro para circuncidar um menino é o oitavo dia, o próprio dia que Deus ordenou que Abraão circuncidasse Isaque e todos os seus filhos.

A ciência médica sente orgulho dessa recente descoberta, mas Deus havia ordenado que Abraão circuncidasse seus filhos no oitavo dia em 1.950 a.C.!

Abraão não escolheu o oitavo dia depois de anos de testes e erros. Foi o dia ordenado pelo Criador da vitamina K e da protrombina.

Um quarto fato científico declarado em outra parte da Palavra de Deus é que

4. As estrelas dos céus são incontáveis.

Antes da invenção do telescópio no século décimo sétimo d.C., os cientistas achavam que sabiam quase o número exato de estrelas no universo.

Ptolomeu afirmou que havia 1.056 estrelas. Kleper mais tarde contou 1.005 estrelas.

Hoje se sabe que há mais de 100 bilhões de estrelas em nossa própria galáxia e há provavelmente inumeráveis outras galáxias como a nossa aí fora no espaço.

A maioria dos astrônomos hoje concorda em que não é humanamente possível contar as estrelas.

Jeremias disse no ano 600 a.C. que não dá para contar as estrelas do céu. Veja Jeremias 33:22:

Como não se pode contar o exército dos céus, nem medir-se a areia do mar, assim multiplicarei a descendência de Davi, Meu servo, e os levitas que ministram diante de Mim”.

Outra declaração ainda de fato científico encontramos na Palavra de Deus que

  1. A vida do corpo humano depende do sangue.

Foi só no final do século XVIII que o homem aprendeu que o sangue leva oxigênio às células do corpo e retira o dióxido de carbono e outros produtos desnecessários e assim essa vida está presa ao sangue.

Os médicos de George Washington realmente o fizeram sangrar até ele morrer, pois eles não entendiam que a vida do corpo humano depende do sangue.

Pensando que eles o estavam ajudando a vencer sua pneumonia, os médicos de Washington drenaram mais do que um litro de sangue de seu corpo doente e ele morreu.

Em Gênesis 9:4 Deus disse a Noé depois do dilúvio que a vida da carne está no sangue.

A carne, porém, com sua vida, isto é, com seu sangue, não comereis”. O grande sentido desse fato é que o sangue, a vida de Jesus Cristo, o filho de Deus, foi entregue para fazer expiação em favor dos pecadores.

Outro fato científico que é realmente declarado várias vezes na Palavra de Deus está ligado ao que vou chamar de

  1. As leis sanitárias da nação de Israel.

Deus deu a Israel muitas leis a respeito de limpeza e higiene que não foram praticadas de novo até cerca de 150 anos atrás.

Essas leis religiosas tinham fatos científicos ocultos que funcionavam para que o povo de Israel tivesse boa saúde.

Essas leis de higiene que Deus deu a Israel impediam muitas doenças em Israel, embora Israel não entendesse nada de bacteriologia.

Por exemplo, Deuteronômio 23:12-14 exigia a eliminação sanitária de excrementos humanos por enterro.

Também terás um lugar fora do arraial, para onde sairás. E entre as tuas armas terás uma pá; e será que, quando estiveres assentado, fora, então com ela cavarás e, virando-te, cobrirás o que defecaste. Porquanto o SENHOR teu Deus anda no meio de teu arraial, para te livrar, e entregar a ti os teus inimigos; pelo que o teu arraial será santo, para que ele não veja coisa feia em ti, e se aparte de ti.”.

A prática de enterrar os excrementos impedia muitas doenças e envolvia um fato que os cientistas não haviam aprendido até talvez 150 anos.

Levítico 11:7-8 dá a lei sobre o porco na lista de animais impuros que não se deve comer.

Também o porco, porque tem unhas fendidas, e a fenda das unhas se divide em duas, mas não rumina; este vos será imundo. Das suas carnesnão comereis, nem tocareis nos seus cadáveres; estes vos serão imundos.”.

Em Israel, não se podia comer certos animais, tais como porcos, pois eram cerimonialmente impuros.

Até o século XX, o homem não sabia que os porcos são portadores de parasitas perigosos.

Deus deu essa lei como lei religiosa que seu povo não poderia comer porco. Aqueles que obedeciam eram protegidos dos parasitas que vivem nos porcos, embora eles não soubessem disso.

A obediência a Deus sempre traz bênçãos, até mesmo bênçãos que não dá para identificar.

Hoje os porcos são criados em condições mais sanitárias e o porco é cozinhado bem a fim de matar os parasitas antes que eles entrem naqueles que comem porco.

CONCLUSÃO

A verdadeira ciência concorda com as Escrituras! As duas estão em harmonia.

Os fatos destroem a afirmação comum dos evolucionistas de que a Palavra de Deus e a ciência são incompatíveis.

Boa parte do que se chama ciência hoje é pura teoria, hipótese e suposição!

É bem importante que nos lembremos de que as teorias e os axiomas da ciência estão em constante mudança.

Todos os livros de ciência de 25 anos e até mesmo 10 anos atrás estão em muitos casos obsoletos e desatualizados, e os cientistas não os lêem mais!

A Palavra de Deus, porém, não mudou um centímetro durante todos os séculos. Toda sílaba da Palavra de Deus é ainda a mesma como quando foi escrita!

A Palavra de Deus é inerrante! Se não fosse, então não seria a Palavra de Deus!

Às vezes cientistas descrentes dirão que a ciência contradiz a Bíblia porque a Bíblia diz que o sol se levanta e se põe e a ciência mostra conclusivamente que não é desse jeito.

Em Jó e alguns outros livros bíblicos as Escrituras realmente falam do sol se levantando e se pondo tal qual as pessoas falam hoje diariamente, mas ninguém se engana com esse jeito de falar!

Esse é só o modo comum de expressar a passagem dos dias. Até mesmo cientistas usam essa terminologia em suas vidas diárias!

Uma das evidências mais impressionantes da inspiração das Escrituras são as muitas verdades científicas que permaneceram escondidas dentro de suas páginas por centenas e até mesmo milhares de anos, apenas para serem descobertas pelo estudo e pesquisas do homem nos últimos 150 anos aproximadamente.

À luz desses grandes fatos científicos revelados na santa Palavra de Deus, vamos admirar e louvar a Deus por sua grandeza, majestade e sabedoria.

Vamos dizer com o Salmo 145:3-6: “Grande é o SENHOR, e muito digno de louvor, e a sua grandeza inexcrutável. Uma geração louvará as tuas obras à outra geração, e anunciarão as tuas proezas. Falarei da magnificência gloriosa da tua majestade e das tuas obras maravilhosas. E se falará da força dos teus feitos terríveis; e contarei a tua grandeza.”

Finalmente, amigo pecador, lembre-se de que Cristo o Criador e Sustentador deste mundo, o Deus grande, majestoso e totalmente sábio, é Aquele que é o Salvador dos pecadores.

Ele é Aquele com que deve se tratar se quiser ser perdoado de seus pecados e ser aceito na presença de Deus.

Ele é Aquele em cuja justiça deve se confiar para ser salvo. Se achegará a Deus confiando na justiça de Cristo hoje?

Ele ti salvará hoje se você quiser!

A não ser que indique o contrário, todas as citações bíblicas são da versão corrigida e revisada fiel ao texto original de João Ferreira de Almeida, da Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil.

Tradução: Julio Severo da Silva
Revisão: Joy Ellaina Gardner
 Edição:Calvin Gene Gardner

 

Não será permitido neste blog, insultos, palavras frívolas, palavrões, ataques pessoais, caso essas regras não sejam seguidas não perca seu precioso tempo postando comentário. Qualquer comentário que violar a política do blog será apagado sem aviso prévio. Na persistência da violação o comentador será banido.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s