Quem


[continuação do artigo “Alguma coisa” , revisado por Débora Fernandes]

Existe Alguma Coisa Eterna. Alguma Coisa sempre existiu. Alguma Coisa não tem começo. Se essa Coisa tem alguma necessidade, ela mesma pode suprir. Nada mais é necessário para que ela exista. E esta não pode produzir outro ser igual ou mais poderoso. Qualquer coisa que produza não será eterna. Por essa razão, a Alguma Coisa Eterna não pode produzir outra Alguma Coisa Eterna. Ela sempre será soberana a qualquer outra coisa que existir.

Agora poderia a Alguma Coisa Eterna ser mais de uma? Possivelmente. Vamos imaginar que inicialmente houvesse cinco Coisas Eternas. Se este fosse o caso, porém, todas as cinco seriam exatamente iguais no que diz respeito ao tempo e ao poder. Todas não-criadas, todas eternas, todas capazes de fazer qualquer coisa que seja. Isso mais uma vez nos mostra que qualidade, não quantidade, é o mais importante.

Então, o que sabemos sobre a(s) Coisa(s) Eterna(s)? Ela(s) não está(o) sozinha(s) agora. Porque Outra Coisa existe: você, por exemplo. Agora se pergunte se você é a Alguma Coisa Eterna ou uma delas. Se você o é, então você não tem começo, não existem necessidades que você mesmo não possa suprir e qualquer coisa que possa ser feita só pode vir a ser através de você. É isso o que você é? Se a resposta é não, então você é com certeza uma Outra Coisa, não a Alguma Coisa Eterna ou uma delas.

Vamos voltar ao nosso quarto grande, escuro e vazio. Mas agora imaginemos que um átomo de hidrogênio e um átomo de nitrogênio estão dentro do quarto. Para o bem do próprio argumento, digamos que esses átomos são as Coisas Eternas. Elas sempre existiram. Qualquer coisa que possa ser feita vem a existir por meio delas.

Então, elas decidem produzir Outra Coisa. Pois elas são as únicas coisas que existem no quarto. Mas espere, podem o hidrogênio e o nitrogênio decidir alguma coisa? Bem, para elas serem as Coisas Eternas, elas DEVEM ter a habilidade de tomar uma decisão.

Pense bem. A Alguma Coisa Eterna deve ESCOLHER mudar as coisas. A Alguma Coisa Eterna é eterna; sempre existiu independente de outras coisas. O que é mais importante: ela, sozinha, sempre existiu. O que isso quer dizer? Isso quer dizer que nenhum evento pode acontecer sem a permissão da Alguma Coisa Eterna.

A Alguma Coisa Eterna é tudo o que existe e ponto final. Em conseqüência disso, a única coisa existente que pode acabar com a solidão da Alguma Coisa Eterna é ela mesma. Não pode haver nenhuma outra força externa à Alguma Coisa Eterna porque a Alguma Coisa Eterna é tudo o que há.

Por essa razão, se átomos de hidrogênio e nitrogênio são as Algumas Coisas Eternas, nenhuma força externa pode influenciá-las. Elas são tudo o que existe. Elas são as únicas forças que existem.

Como são as únicas coisas existentes, somente elas mesmas podem acabar com a sua própria solidão. Não há nada na existência que possa, por acaso, influenciá-las a produzir Outra Coisa.

Outra Coisa não poderia ser criada por acaso. Por quê? Porque, para isso acontecer, o “acaso” deveria ser mais poderoso que o átomo de hidrogênio e de nitrogênio. Mas os átomos são tudo o que existe. Qualquer coisa que possa ser feita, só ocorre por meio deles. “Acaso” então é a Outra Coisa. E, como vimos, Outra Coisa não pode ser mais poderosa do que a Alguma Coisa Eterna. Na verdade, nesse estágio, o Acaso nem existe.

Se o Acaso é algo externo a Alguma Coisa Eterna, então ele não existe a não ser que tenha sido criado por Alguma Coisa Eterna. Mas mesmo se o Acaso tivesse sido criado pela Alguma Coisa Eterna, o Acaso, sendo Outra Coisa, seria sempre inferior a Alguma Coisa Eterna.

Então, se Outra Coisa é criada, é pelo poder e VONTADE da Alguma Coisa Eterna. Outra Coisa pode ser produzida por Acaso somente se o Acaso for criado antes da Outra Coisa. Mas o Acaso por si só, não pode ser produzido por acaso. Ele teria que ser criado pelo desejo da Alguma Coisa Eterna.

O que isso nos diz sobre nossos átomos de hidrogênio e nitrogênio? Que eles não são meramente Algumas Coisas Eternas, eles são Pessoas Eternas, pois têm vontade própria, ou seja, possuem a habilidade de escolher. Logo, são seres com personalidade própria.

Mas, por que a Alguma Coisa Eterna deve ser assim, com poder de escolha? Pense novamente no quarto escuro com apenas hidrogênio e nitrogênio dentro. Eles são as Coisas Eternas. Eles, sozinhos, existem no quarto, desde a eternidade.

Eles existem totalmente independentes um do outro. Não precisam do outro para sobreviver. Por essa razão, se produzirem Outra Coisa, não é algo de que precisem (como o instinto de sobrevivência que encontramos nos animais). E mais, se as moléculas criarem Outra Coisa, não será por Acaso – a não ser que criem o Acaso primeiro. O Acaso é uma força, mas as Coisas Eternas (os dois átomos) são tudo o que existe.

Além do mais, os átomos não são meras máquinas. Máquinas são construídas e programadas por algum tipo de força externa. Mas eles (as Coisas Eternas) são as únicas coisas que existem. Não existe outra força além deles.

Conseqüentemente, se eles produzirem Outra Coisa dentro do quarto, a razão para essa produção está somente nas mãos deles, pois nenhuma outra força existe. Não existe mais nada no quarto a não ser os átomos.

Eles não são forçados a produzir Outra Coisa por instinto, acaso, necessidade ou pela vontade de uma delas. Nada pode controlá-los. Quaisquer coisas que eles façam, as fazem por razões próprias.

Essa razão só pode ser sua vontade própria. Elas devem escolher criar Outra Coisa, ou nada além irá existir. Permanecerão no quarto, sozinhos para sempre, ao menos que decidam criar Outra Coisa. Eles precisam mais do que poder para criar Outra Coisa. Precisam – em um determinado momento que se diferencia de todos os momentos em que existiram – decidir usar seus poderes para gerar uma Outra Coisa.

Se não tiverem vontade própria (como as bolas de futebol que vimos no estudo anterior), então, o poder que possuem nunca seria usado para criar Outra Coisa. Esse poder seria usado somente para prolongar suas existências. E a solidão deles duraria eternamente.

A Alguma Coisa Eterna tem existido sozinha por toda a eternidade. Deve ter existido uma razão, para que, a Coisa Eterna, quisesse mudar isso. Se Outra Coisa existe, existe por causa da Alguma Coisa Eterna, porque ela mesma, resolveu acabar com sua solidão.

Se a razão da existência da Outra Coisa não está na Alguma Coisa Eterna, então Outra Coisa nunca irá existir. Pois a Alguma Coisa Eterna, em algum momento, foi tudo o que existiu.

Mas sabemos que existem Outras Coisas. Por essa razão, a Alguma Coisa Eterna deve ter a habilidade de usar o seu poder. Deve ter a habilidade de criar Outra Coisa além de si mesma. Visto que, ela tem vontade própria(“Tu és digno, Senhor e Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, porque criaste todas as coisas, e por tua vontade elas existem e foram criadas”. (Apocalipse 4:11)), a Coisa Eterna é pessoal. Isso quer dizer que a Alguma Coisa Eterna na verdade é um Alguém Eterno.

Este Alguém Eterno não é controlado por instinto de sobrevivência, porque não tem necessidades e de modo nenhum pode deixar de existir. E mais, Alguém Eterno não cria nada por Acaso, a não ser que tenha criado o Acaso primeiro. O Acaso é uma força que deve ter sido criada pelo Alguém Eterno, do contrário não existirá. Enfim, o Alguém Eterno não é uma máquina, pois não há ninguém além dele para forçá-lo ou programá-lo para fazer alguma coisa.

Não será permitido neste blog, insultos, palavras frívolas, palavrões, ataques pessoais, caso essas regras não sejam seguidas não perca seu precioso tempo postando comentário. Qualquer comentário que violar a política do blog será apagado sem aviso prévio. Na persistência da violação o comentador será banido.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s