Exatidão Histórica da Bíblia .


O advogado Irwin H. Linton, no seu livro A Lawyer Examines the Bible (Um Advogado Examina a Bíblia), faz a seguinte observação:

“Ao passo que os romances, as lendas e o testemunho falso tomam o cuidado de colocar os eventos narrados em algum lugar distante e em algum tempo indefinido, violando assim as primeiras regras que nós, advogados, aprendemos sobre o bom patrocínio duma causa em juízo, de que ‘a declaração precisa dar o tempo e o lugar’, as narrativas da Bíblia nos dão a data e o lugar das coisas narradas, com a máxima precisão.”

Para provar este ponto, Linton citou Lucas 3:1, 2. O escritor do Evangelho mencionou ali sete autoridades, a fim de especificar o tempo em que Jesus Cristo iniciou Seu ministério. Note os pormenores que Lucas forneceu nas seguintes palavras: “No décimo quinto ano do reinado de Tibério César, quando Pôncio Pilatos era governador da Judéia e Herodes era governante distrital da Galiléia, mas Filipe, seu irmão, era governante distrital do país da Ituréia e de Traconítis, e Lisânias era governante distrital de Abilene, nos dias do principal sacerdote Anás e de Caifás, veio a declaração de Deus a João, filho de Zacarias, no ermo.”

A Bíblia está cheia de pormenores similares. Além disso, partes dela, tais como os Evangelhos, foram escritas num período altamente desenvolvido da cultura judaica, grega e romana. Era uma época de advogados, escritores, administradores e outros semelhantes. Certamente, pois, se os pormenores encontrados nos Evangelhos e em outras partes da Bíblia não tivessem correspondido aos fatos, teriam sido expostos como fraudulentos. Mas os historiadores seculares confirmaram pontos tais como a existência de Jesus Cristo. Por exemplo, Tácito, historiador romano, escreveu a respeito de Jesus e Seus seguidores: “O autor deste seu nome [cristãos] foi Cristo, que no governo de Tibério foi condenado ao último suplício pelo procurador Pôncio Pilatos.” (Anais, Livro XV, 44, Clássicos Jackson) A exatidão histórica da Bíblia ajuda-nos a provar que ela é a dádiva de Deus para a humanidade.

 

Não será permitido neste blog, insultos, palavras frívolas, palavrões, ataques pessoais, caso essas regras não sejam seguidas não perca seu precioso tempo postando comentário. Qualquer comentário que violar a política do blog será apagado sem aviso prévio. Na persistência da violação o comentador será banido.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s